É um prazer receber você no Site Oficial da Paróquia São José

São José do Goiabal   .   Minas Gerais   .   17 de abril de 2024

17/02 Notícias da Igreja Papa Francisco elevou a Igreja Matriz São Bento, em Araraquara (SP), a Basílica Menor
Compartilhar

A Igreja Matriz de São Bento, em Araraquara, interior do estado de São Paulo, foi elevada a Basílica Menor pelo Papa Francisco. O anúncio foi feito na terça-feira, 14, pelo bispo diocesano de São Carlos, dom Luiz Carlos Dias, e pelo pároco, padre Rodolfo Faria. A Matriz São Bento tem 205 anos e é a primeira Igreja da diocese honrada com este título.

De acordo com o documento Domus Ecclesiæ, das normas de concessão, para se tornar uma basílica a Igreja deve ter “particular importância para a vida litúrgica e pastoral”, além de importância espiritual e histórica. A Matriz São Bento tem agora um vínculo particular com a Igreja de Roma e com o Papa.

O pároco da Matriz São Bento, padre Rodolfo Faria, enfatizou que o processo para o pedido de concessão do título começou em junho de 2022, com o consentimento do bispo da diocese de São Carlos, dom Luiz Carlos Dias, e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Em seguida, foi respondido um criterioso questionário enviado pelo Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, com dados pastorais, espirituais, históricos e artísticos da Matriz São Bento.

O documento com o parecer favorável do Vaticano foi assinado pelo prefeito do Dicastério para o Culto Divino, cardeal Arthur Roche, e, chegado à diocese, foi entregue ao padre Rodolfo por dom Luiz Carlos durante a reunião geral do clero.

Padre Rodolfo Faria e Dom Luiz Carlos Dias | Foto: divulgação/diocese de São Carlos

A data de instalação da Basílica Menor São Bento será divulgada em breve.

Sobre a Igreja São Bento

A Igreja Matriz de São Bento é um dos símbolos mais importantes de Araraquara. É a paróquia mais antiga da diocese de São Carlos, sendo mais antiga que a própria diocese, e completou 205 anos de fundação em agosto de 2022, data em que é comemorado o aniversário da cidade. É o marco zero, pois no local onde hoje se encontra a Igreja foi construída a capela que deu origem ao município e à paróquia. Seu fundador, o fluminense Pedro José Neto, está enterrado sob o altar desde novembro de 1819.

A importância histórica da Matriz São Bento, que deu nome à freguesia – São Bento de Araraquara – por muitos anos, vai além da fundação do município. A cripta tem cerca de 1425 lóculos e dois sacerdotes sepultados, sendo a única na cidade. Enterrados sob o altar estão os restos mortais de dezenas de fiéis que ajudaram a construir a fé católica na região, ainda no século XIX, no “Sertão de Araraquara”. Como era a única capela existente nas proximidades que tinha um padre, a capela de São Bento era procurada para que casamentos, batizados e outros sacramentos fossem realizados.

Seu acervo tem imagens de São Bento, São José, Nossa Senhora da Conceição, Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração Maria com mais de 150 anos, além de outras imagens, itens centenários e uma relíquia de segundo grau do padroeiro.

A Igreja tem capacidade para 2 mil pessoas sentadas e um coro para 700 pessoas. Para atender os paroquianos são celebradas, de segunda a domingo, 17 missas, reunindo cerca de 3500 fiéis. Também há trabalhos pastorais, sociais e espirituais vinculados com a paróquia. O seu benefício espiritual bem como seu trabalho social são de grande valia para o município de Araraquara, através da assistência aos pobres, moradores em situação de rua e necessitados. São realizados cerca de 450 batizados e mais de 50 casamentos, anualmente.

Em sua jurisdição paroquial estão a capela Santa Cruz, o Cemitério São Bento, a capela Nossa Senhora Auxiliadora (Colégio Progresso), capela Sagrado Coração de Jesus (Hospital Santa Casa), capela Santo Antônio (Hospital São Francisco), capela do Externato Santa Terezinha e a capela da principal maternidade da região, a Gota de Leite, que registra cerca de 200 nascimentos por mês.

Por Adriana Nagazako/Diocese de São Carlos - com adaptações

CNBB Leste 2