É um prazer receber você no Site Oficial da Paróquia São José

São José do Goiabal   .   Minas Gerais   .   20 de abril de 2024

15/12 Notícias da Igreja Fundo Nacional de Solidariedade apoiou 186 projetos em 2022 no valor total de 4,998 milhões de reais
Compartilhar

A Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou na manhã desta quinta-feira, 15 de dezembro, uma reunião online com seus assessores e os bispos membros. Participaram o presidente da Comissão, dom João Francisco Salm; dom André Vital; dom José Albuquerque; e os assessores padre Juarez Destro, padre João Cândido e irmã Maristela Ganassini. 

Dentre os assuntos pautados estiveram a elaboração de uma carta a ser enviada em 2023, pela Comissão, em comemoração ao Dia Mundial de Oração pelas Vocações, em sintonia com o Ano Vocacional. A proposta é que o texto seja assinado pelo presidente, dom João Francisco Salm. 

A Comissão também tem pensado na organização de um projeto de formação em Doutrina Social da Igreja para padres e seminaristas. O objetivo é oferecer a presbíteros e aqueles que se preparam para o presbiterado formação fundamentada nos documentos da Doutrina Social da Igreja a fim que os prepare para o exercício do ministério sendo fiel ao Evangelho na defesa integral da vida, sobretudo da vida dos pobres. 

Uma série de encontros, organizados pela Comissão, também foram confirmados para o próximo ano. Um deles é o Seminário Vocacional, nos dias 26 a 28 de maio, com o tema “Vocação: Graça e Missão – “Corações ardentes, pés a caminho”, o mesmo do Ano Vocacional. O encontro será realizado no Centro Mariapolis Ginetta, em Vargem  Grande, São Paulo. 

Também de 27 de fevereiro a 3 de março, acontece o já tradicional Encontro dos Novos Bispos, organizado pela Comissão. A iniciativa acontecerá na sede da CNBB, em Brasília (DF). Além dele, outros encontros já estão com datas definidas. 

No final da reunião, dom Salm agradeceu a colaboração dos membros e desejou um feliz natal a todos. A irmã Maristela ponderou que sua experiência na Comissão foi exigente, mas abriu novos horizontes. “Foi um crescimento muito interessante. Agradeço a oportunidade e o espaço”. E o padre Juarez agradeceu as compreensões e colaborações de todos durante o ano. 

CNBB